Mayara Pinheiro sugere restrição de viagens intermunicipais por causa do Covid-19

Restrição do Transporte Intermunicipal de embarcações e ônibus com pessoas que estiveram nos estados ou países, onde já tem transmissão comunitária comprovada do novo Coronavírus, foi uma das propostas apresentadas pela deputada Mayara Pinheiro Reis (PP).

Restrição do Transporte Intermunicipal de embarcações e ônibus com pessoas que estiveram nos estados ou países, onde já tem transmissão comunitária comprovada do novo Coronavírus, foi uma das propostas apresentadas pela deputada Mayara Pinheiro Reis (PP).

A proposta da parlamentar, que é presidente da Comissão de Saúde e Previdência da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) foi sugerida durante reuniões do Comitê de Contingência do Amazonas para o enfrentamento do Covid-19.

“Precisamos de medidas efetivas que evitem a circulação de pessoas, desse modo a proliferação do vírus. Como não existe ainda um tratamento específico ao Coronavírus, o isolamento social no momento é a melhor saída”, explicou.

Ainda de acordo com a deputada, essas sugestões vem para contribuir nesse combate e também proteger a sociedade, pois muitos serviços estão temporariamente suspenso.

“Coloquei nestes encontros a importância da participação dos presidentes de cooperativas médicas nas discussões, pois são profissionais diretamente ligados a está situação. Também propus ao Governo que ao lado dos governadores do Norte do País, solicite junto ao Governo Federal o fechamento das fronteiras”, reforçou.

Outras propostas foram montar UTI’s totalmente equipadas nos municípios polos e que atendem média complexidade, distribuir àlcool em gel para a população acima de 60 anos aqui no Amazonas e garantir a vacinação da população idosa, de forma descentralizada, para evitar aglomerações como nos Centros de Convivência e farmácias.

Além disso, Mayara também sugeriu a limitação de aquisição de produtos relacionados à higiene pessoal em razão do Covid-19.

“Como presidente da comissão, parlamentar e médica, vou seguir trabalhando para buscarmos forma de proteger os amazonenses, neste período de pandemia mundial”, concluiu.

Restrição do Transporte Intermunicipal de embarcações e ônibus com pessoas que estiveram nos estados ou países, onde já tem transmissão comunitária comprovada do novo Coronavírus, foi uma das propostas apresentadas pela deputada Mayara Pinheiro Reis (PP).

Restrição do Transporte Intermunicipal de embarcações e ônibus com pessoas que estiveram nos estados ou países, onde já tem transmissão comunitária comprovada do novo Coronavírus, foi uma das propostas apresentadas pela deputada Mayara Pinheiro Reis (PP).

A proposta da parlamentar, que é presidente da Comissão de Saúde e Previdência da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) foi sugerida durante reuniões do Comitê de Contingência do Amazonas para o enfrentamento do Covid-19.

“Precisamos de medidas efetivas que evitem a circulação de pessoas, desse modo a proliferação do vírus. Como não existe ainda um tratamento específico ao Coronavírus, o isolamento social no momento é a melhor saída”, explicou.

Ainda de acordo com a deputada, essas sugestões vem para contribuir nesse combate e também proteger a sociedade, pois muitos serviços estão temporariamente suspenso.

“Coloquei nestes encontros a importância da participação dos presidentes de cooperativas médicas nas discussões, pois são profissionais diretamente ligados a está situação. Também propus ao Governo que ao lado dos governadores do Norte do País, solicite junto ao Governo Federal o fechamento das fronteiras”, reforçou.

Outras propostas foram montar UTI’s totalmente equipadas nos municípios polos e que atendem média complexidade, distribuir àlcool em gel para a população acima de 60 anos aqui no Amazonas e garantir a vacinação da população idosa, de forma descentralizada, para evitar aglomerações como nos Centros de Convivência e farmácias.

Além disso, Mayara também sugeriu a limitação de aquisição de produtos relacionados à higiene pessoal em razão do Covid-19.

“Como presidente da comissão, parlamentar e médica, vou seguir trabalhando para buscarmos forma de proteger os amazonenses, neste período de pandemia mundial”, concluiu.

Restrição do Transporte Intermunicipal de embarcações e ônibus com pessoas que estiveram nos estados ou países, onde já tem transmissão comunitária comprovada do novo Coronavírus, foi uma das propostas apresentadas pela deputada Mayara Pinheiro Reis (PP).

A proposta da parlamentar, que é presidente da Comissão de Saúde e Previdência da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) foi sugerida durante reuniões do Comitê de Continência do Amazonas para o enfrentamento do Covid-19.

“Precisamos de medidas efetivas que evitem a circulação de pessoas, desse modo a proliferação do vírus. Como não existe ainda um tratamento específico ao Coronavírus, o isolamento social no momento é a melhor saída”, explicou.

Ainda de acordo com a deputada, essas sugestões vem para contribuir nesse combate e também proteger a sociedade, pois muitos serviços estão temporariamente suspenso.

“Coloquei nestes encontros a importância da participação dos presidentes de cooperativas médicas nas discussões, pois são profissionais diretamente ligados a está situação. Também propus ao Governo que ao lado dos governadores do Norte do País, solicite junto ao Governo Federal o fechamento das fronteiras, medida inclusive já acatada pelo Governo Federal”, reforçou.

Outras propostas foram montar UTI’s totalmente equipadas nos municípios polos e que atendem média complexidade, distribuir àlcool em gel para a população acima de 60 anos aqui no Amazonas e garantir a vacinação da população idosa, de forma descentralizada, para evitar aglomerações como nos Centros de Convivência e farmácias.

Além disso, Mayara também sugeriu a limitação de aquisição de produtos relacionados à higiene pessoal em razão do Covid-19.

“Como presidente da comissão, parlamentar e médica, vou seguir trabalhando para buscarmos forma de proteger os amazonenses, neste período de pandemia mundial”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.