Prefeitura apresenta avanços na saúde básica de Manaus e propostas para a LOA de 2023

Prefeitura de Manaus realizou uma audiência pública, na manhã desta sexta-feira, 5/8, para apresentar os avanços obtidos pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) a partir do Plano Plurianual (PPA) para os anos de 2023 a 2025. O evento também destacou a indicação das principais propostas para a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2023, obtidas por meio de uma consulta pública que contou com a participação de 239 trabalhadores e usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

A audiência foi realizada no auditório Deodato de Miranda Leão, na sede da secretaria, na avenida Maceió, bairro Parque 10 de Novembro, e conduzida pelo titular da Semsa, Djalma Coelho, e representantes de áreas técnicas. A discussão também foi transmitida ao vivo ao público em geral pelo Facebook da secretaria (Semsa Manaus).

“A audiência pública tem uma importância muito grande para mostrar o cumprimento das determinações legislativas, como também dar voz aos trabalhadores e usuários do SUS. Nosso intuito é fazer com que o PPA e a LOA sejam revisados e apresentados para que possamos construir juntos uma saúde básica de excelência para a população manauara, uma das prioridades da gestão do prefeito David Almeida”, disse o secretário Djalma Coelho.

Dentre os avanços, o titular da Semsa citou a ampliação da oferta de testes de Covid-19 durante a atual gestão, possibilitando diagnóstico precoce e quebrando a cadeia de transmissão da doença, assim como a oferta do tratamento adequado e acompanhamento de pacientes por meio do serviço de telemonitoramento.

As mulheres foram beneficiadas com a implantação inédita do Serviço de Diagnóstico de Mama (SDM), para identificação de novos casos de câncer de mama na rede municipal, iniciando o tratamento desses usuários em tempo oportuno para alcance da cura.

O subsecretário de Gestão Administrativa e Planejamento, Nagib Salem, informou que as ações propostas no PPA 2022 a 2025 foram desenvolvidas com foco na qualidade de vida dos servidores e na assistência ofertada à população. Ele destacou o compromisso da secretaria na realização do concurso que ofertou mais de 2 mil vagas e na construção e revitalização de mais de cem unidades de saúde, prevista para este ano.

“Os recursos que utilizamos nessas ações provêm da população e estamos mostrando que ele está sendo devidamente aplicado e retornando aos usuários. Neste ano, já entregamos unidades totalmente revitalizadas, inclusive na zona rural, e a proposta do prefeito David Almeida é que as unidades grandes, de porte 4, sejam o novo padrão da cidade de Manaus”, contou.

Nagib também ressaltou que a instalação de internet em unidades no Distrito de Saúde (Disa) Rural conectou os resultados obtidos nesse território diretamente com os sistemas do Ministério da Saúde.

A subsecretária de Gestão da Saúde, Aldeniza Araújo de Souza, apresentou os avanços da vacinação contra a Covid-19, que já alcança toda a população acima de 3 anos de idade; ampliação dos ambulatórios de tratamento ao fumante; ampliação da frota do SOS Vida; implementação do projeto de Autoexame de Pele Virtual em escolas públicas para investigação de casos de hanseníase; entre demais ações voltadas à promoção da saúde.

“A secretaria tem se dedicado para prestar assistência de qualidade extrapolando os muros das unidades de saúde, ou seja, indo a campo até as comunidades para facilitar acesso aos nossos serviços, se preocupando em estar junto e perto dos nossos usuários, seja para ofertar uma consulta ou um exame, seja para educar aquelas pessoas sobre como cuidar da sua saúde.

Reconhecimento

A subsecretária de Orçamento e Projetos da Secretaria Municipal de Finanças e Tecnologia da Informação (Semef), Karliley Karla Capucho, também participou da audiência pública e reconheceu os avanços obtidos pela Semsa na gestão do prefeito David Almeida.

“Só temos a agradecer a iniciativa da secretaria de promover essa audiência, porque também tratamos do planejamento orçamentário para os próximos anos. A Saúde é uma área tão importante para a população e que demanda muitos desafios, mas mesmo assim podemos constatar que vocês estão se dedicando bastante em entregar o resultado para nossos moradores e têm alcançado grandes conquistas, como se manter em primeiro lugar no ranking do Previne Brasil”, declarou.

O presidente do Conselho Municipal de Saúde de Manaus (CMS/MAO), Lindomar Cartilho Barone de Souza, esteve na ação representando o segmento dos usuários do SUS. Ele disse que também acompanha os resultados obtidos e destaca a participação popular da construção de uma saúde básica de maior qualidade.

“O controle social na elaboração desse planejamento é fundamental dentro do SUS para o avanço da assistência à população. A contribuição que demos por meio da consulta popular está sendo valorizada pelas áreas técnicas da Semsa e observamos que dessa forma iremos conseguir desafogar a demanda nas unidades e aprimorar o atendimento aos cidadãos.

Consulta pública

A consulta pública realizada pela Semsa entre os dias 27 de julho e 4 de agosto contou com a participação de 239 pessoas. A população indicou as prioridades em dois eixos de ação em saúde pública: “Investimento” e “Qualificação da Atenção Primária em Saúde e Vigilância em Saúde”.

No primeiro eixo, as ações consideradas mais necessárias foram: construção de UBSs (30,54%); construção de Caps (27,20%); e reforma e ampliação de UBSs (25,10%). No segundo, as ações mais votadas foram: implantação de farmácias distritais (62,34%) e ampliação do número de UBSs de horário estendido (19,25%).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.