Elan Alencar vai atuar para garantir auxilio alimentação para servidores do Samu

Depois de se reunir com servidores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que apresentaram ao vereador Elan Alencar (Pros), o risco eminente de terem o auxílio alimentação da classe suspenso por falta de amparo legal, o parlamentar se comprometeu em buscar meios legislativos dentro da Câmara Municipal de Manaus (CMM) para que o benefício seja mantido aos trabalhadores.

Atualmente, cerca de 500 servidores do Samu recebem um auxílio alimentação de pouco mais de R$ 400, porém o recurso não se encaixa na legislação entrando em conflito com a quantidade de horas mínima trabalhada, o que pode levar ao fim do pagamento. Com isso em mente, trabalhadores buscaram o amparo do vereador Elan Alencar para intervir, uma vez que ele é um dos mais ativos pelas causas da Saúde.

“Esses homens e mulheres trabalham praticamente todos os dias da semana, sempre prontos a qualquer hora para atender milhares de chamados e, por isso, um possível fim do seu auxílio alimentação é extremamente danoso para eles, para a gestão e para a população. Já estou buscando meios aqui na Casa para resolver essa situação e amparar esses servidores nesse momento”, afirmou Elan Alencar.

A princípio, a solução encontrada pela equipe jurídica do vereador é a inclusão de uma emenda na Lei 2.859/2022, que trata do auxílio alimentação dos servidores da prefeitura de Manaus, que incluiria cerca de 500 agentes do Samu em níveis fundamental, médio e médio-técnico nos benefícios previstos na legislação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.