PC-AM prende trio que utilizava dispositivo eletrônico em contadores de energia

Prisão ocorreu no bairro Lírio do Vale, zona oeste da capital

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), deflagrou, na quarta-feira (08/06), ação policial que resultou na prisão em flagrante de três homens, de 31, 43 e 56 anos, por fraude envolvendo contadores de energia. A prisão ocorreu na alameda Nova York, bairro Lírio do Vale, zona oeste.

Durante coletiva de imprensa realizada no prédio da DERFD, localizada no bairro Alvorada, zona centro-oeste, estiveram presentes o delegado Adriano Félix, titular da unidade especializada, e o diretor técnico do interior da Amazonas Energia, Radyr Gomes.

Adriano disse que as investigações começaram após funcionários da concessionária comparecerem à delegacia, na manhã de quarta-feira, por volta das 9h, informando sobre o furto de dois medidores, no bairro Aleixo e Tarumã, zona centro-sul e oeste, respectivamente.

Conforme o titular, os medidores foram localizados em uma residência, no Lírio do Vale, onde foi constatado que o local funcionava como um laboratório delituoso.

“Para cometer o crime, os autores violavam os lacres dos equipamentos, tiravam os medidores e levavam até àquela localidade, para fazer a instalação do dispositivo eletrônico, e posteriormente devolviam o medidor. Depois que o dispositivo foi instalado, eles conseguiram desligar e ligar o medidor com o dispositivo. Quando o medidor estava desligado, a energia era consumida sem ser contada”, detalhou a autoridade.

O delegado explicou que o homem de 56 anos trabalhou na distribuidora de energia como terceirizado.

“Ele era o responsável por retirar e devolver os medidores, enquanto o indivíduo de 43 fazia a instalação do equipamento com a ajuda do indivíduo de 31 anos”, falou.

Radyr esclareceu que o prejuízo decorrente de fraudes e furtos de energia elétrica está avaliado em torno de R$ 1 bilhão por ano.

“Esse prejuízo vai para os cofres da empresa. A tarifa de consumo é alterada em função deste delito. Ressalto que a concessionária instalou medidores nos postes, para coibir essas ações e reduzir esse tipo de prejuízo”, disse.

Apreensões

Foram apreendidos um controle remoto, seis lacres, dois medidores de energia e três aparelhos celulares.

Procedimentos

O trio responderá por furto qualificado com destruição ou rompimento de obstáculos, e ficarão à disposição do Poder Judiciário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.