No aniversário de Barreirinha, Governo do Amazonas inaugura programa Ilumina+

O Governo do Amazonas inaugurou, nesta quarta-feira (08/06), o novo sistema de iluminação pública do município de Barreirinha (a 331 quilômetros de Manaus), durante a festa que marca o início das comemorações pelos 141 anos da cidade – dia 9 de junho. O governador Wilson Lima foi representado no evento pelo coordenador executivo da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), Marcellus Campêlo.

Sob a execução da UGPE, o Programa Ilumina+ Amazonas está fazendo a substituição de 1.022 lâmpadas antigas a vapor, de mercúrio e mistas por luminárias modernas de LED, na área urbana do município de Barreirinha. A cidade é uma das primeiras do interior a ter seu sistema de iluminação pública 100% em LED, implantado pelo Governo do Estado. Os trabalhos no município estão sendo concluídos em tempo recorde, em menos de uma semana.

Marcellus Campêlo destacou a celeridade no andamento dos trabalhos em Barreirinha, que iniciaram no dia 3 de junho e estão em vias de conclusão. “O governador Wilson Lima determinou que viéssemos para Barreirinha dar uma atenção especial em virtude do aniversário da cidade, comemorado em 9 de junho. Então, fizemos a execução do Ilumina + Amazonas aqui em tempo recorde. Em uma semana estamos concluindo o trabalho de implantação de mais de mil luminárias”, disse o coordenador da UGPE, ao ressaltar que em função das fortes chuvas na cidade, os trabalhos ainda estão acontecendo em algumas áreas que são alagadas pela cheia dos rios.

O prefeito de Barreirinha, Glênio Seixas, destacou os benefícios do programa para a prefeitura.  “Esse projeto representa, sobretudo, dignidade. Faz com que a gente possa ter mais segurança, espaços mais otimizados. Portanto, a tecnologia e a modernização das luminárias em LED irão trazer uma estabilidade social para o município. E hoje estamos tendo a honra de podermos ser o primeiro a inaugurar esse projeto. Barreirinha, hoje, está ‘um dia’. Fica aqui meu agradecimento ao governador Wilson Lima, nosso grande parceiro”, declarou Seixas.

Ilumina+ Amazonas

Até o final do ano, as 26 maiores cidades do estado terão iluminação pública em LED implantadas pelo Governo do Amazonas, com investimento total de R$ 110 milhões.

Além de Barreirinha, a substituição das lâmpadas convencionais por LED está sendo concluída neste mês de junho em Tefé e Parintins. Em Itacoatiara, quarto município a receber o programa, o trabalho segue avançando e deve ser concluído entre o final de junho e início de julho. Ainda neste mês de junho, o Ilumina+ Amazonas chega a Rio Preto da Eva.

As próximas cidades a receber o Programa Ilumina+ Amazonas serão Humaitá, Autazes, Boa Vista do Ramos, Nhamundá e Presidente Figueiredo. Em agosto, o programa chega a Iranduba, Manicoré e Urucurituba; em setembro, vai para Beruri, Borba, Coari e Codajás; em outubro, Manacapuru e Novo Airão; em novembro, Benjamin Constant, São Gabriel da Cachoeira e Tabatinga; em dezembro, Boca do Acre, Carauari e Eirunepé.

O município de Maués já possui 100% da iluminação pública em LED desde 2019. Os serviços foram realizados pela UGPE, por meio do Programa Social e Ambiental do Interior (Prosai Maués) e serviu de piloto para o Ilumina+ Amazonas.

O Governo do Amazonas também firmou convênios com as Prefeituras de Atalaia do Norte e Alvarães, e está repassando os recursos que irão utilizar para efetuar a implantação do novo sistema de iluminação pública.

Benefícios

As luminárias de LED têm maior eficiência energética, ou seja, iluminam mais com menos consumo de energia. Estima-se uma economia de até 60% em relação às lâmpadas comuns. Também são mais duráveis e, por isso, reduzem os custos com manutenção para as prefeituras do interior.  Ruas mais iluminadas contribuem com a segurança das cidades.

A iluminação em LED também reduz o impacto ao meio ambiente. Um dos efeitos benéficos, nesse sentido, é que no interior do estado há muitas termelétricas, nas quais o óleo diesel é utilizado. Com a implantação do programa Ilumina + Amazonas, o consumo de combustíveis fósseis irá reduzir nos municípios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.