Dê ‘tchau’ para a flacidez!

Vestidos cavados, camisetas sem mangas. Roupas como essas ajudam a driblar o calorão. Mas nem todo mundo se sente confortável ao usá-las porque a região entre o cotovelo e a axila, o famoso ‘músculo do tchauzinho’ costuma apresentar flacidez. “Essa área tem uma pele mais fina e menos elástica, que não reage ao processo de distensão que pode acontecer, por exemplo, com o emagrecimento,” diz a dermatologista Roberta Zaffari Townsend.

 A perda de peso pode levar à flacidez, mas outros fatores contribuem para que a pele dessa região fique comprometida. “Isso pode acontecer por conta de várias razões, como hábitos ruins de alimentação ou estilo de vida – quem fuma, por exemplo, fica prejudicado. A exposição excessiva ao sol, principalmente sem proteção, também afeta a qualidade da pele de todo o corpo, não sendo diferente no braço”, diz a doutora Roberta.

Ela afirma ainda que a pele traz muito do histórico genético da pessoa, por isso quando se trata da região do braço é preciso fortalecer o músculo desse local com exercícios, mas também é interessante dar uma atenção especial para essa pele, sobretudo se já for algo recorrente na família. “Essa combinação (exercício + cuidados dermatológicos) funciona muito bem!”, diz a médica. Recentemente as tecnologias para estímulo e desenvolvimento de massa muscular também são boas armas para tornear estas regiões. “Um exemplo é o novo aparelho Z Field, que acaba de chegar ao Brasil. Com ele, é possível atingir 36.000 contrações musculares em 30 minutos de tratamento. Assim a musculatura fica muito mais firme e torneada”, afirma Roberta.

De olho no colágeno

A dermatologista diz ainda que, com relação à flacidez, particularmente quando se fala de idade, a falta ou a perda de colágeno que acontece naturalmente com o passar dos anos, tem total impacto no aspecto dessa pele. A médica diz que o bioestimulador de colágeno é uma alternativa menos invasiva para tratar essa questão. “Esse produto atua exatamente com esse objetivo, sendo um tratamento interessante na busca por um braço mais firme”, diz ela.

Nesses casos, o Radiesse – ou a hidroxiapatita de cálcio – é uma opção de tratamento injetável e biocompatível para manter a pele firme através da estimulação da produção do colágeno. “Uma das vantagens do Radiesse é permitir uma diluição de acordo com a necessidade de cada paciente e área. Além disso, pode ser usado com segurança em diversas regiões do corpo, como no braço. Também tem menos riscos e uma menor chance de efeitos adversos, como formação de nódulos.”

Além disso, o bioestimulador pode ser associado a outras tecnologias, o que melhora os resultados. “O ultrassom microfocado é boa opção porque otimiza o tratamento de flacidez e funciona muito bem com o Radiesse.”

Dra. Roberta diz ainda que no geral são feitas três sessões com intervalos mensais e os resultados começam a ser perceptíveis a partir do primeiro mês. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.